Noticias

Foi recentemente divulgado um documento pela Comissão Europeia que visa a definição de uma política para a Aviação Geral na Europa.

O documento encontra-se em consulta pública e os comentários podem ser dirigidos à Comissão Europeia até ao dia 1 de Abril de 2007.

A Aopa Portugal não pode deixar de manifestar a sua esperança pelo facto de finalmente as autoridades europeias, no seguimento da acção persistente da IAOPA,  reconhecerem a necessidade de conhecer a realidade da Aviação Geral na Europa e as suas necessidades próprias.


Pode ler aqui a Circular do INAC

Se já é associado da Aopa Portugal, não deixe de aproveitar esta regalia, comunicando a sua intenção de proceder a partir deste mês à assinatura, através de um email  dirigido ao nosso tesoureiro -  Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

É com crescente preocupação que a Aopa Portugal vem assistindo a crescentes restrições e atrasos aos voos VFR de e para o Aeródromo Municipal de Cascais (LPPT) – veja-se o Anexo 2 – que neste momento é sem dúvida o maior aeródromo da Aviação Geral no nosso País. Tais constrangimentos, que se traduzem em maior consumo de combustível e enormes atrasos, derivam da recusa do Controle de Aproximação de Lisboa em "aceitar mais tráfego" e estão bem reflectidos no Anexo 2.

Ao contrário do que sucede com aeródromos similares em Espanha, como Cuatro Vientos (LECU), inserido numa área onde se encontram vários aeroportos de muito maior tráfego do que Lisboa, não se encontram publicados procedimentos adequados de aproximação VFR para LPCS, nem para as partidas. nem para as chegadas.

Os Membros da Direcção da Aopa Portugal reconduzidos para novo mandato são

José Robin de Andrade- Presidente

Fernando Teixeira- vice Prresidente

Gonçalo Areia - Secretário

Gualdino Louro -. Tesoureiro

Rui Lourenço - Vogal

Os membros do Conselho fiscal reconduzidos para novo mandato são:

Luis Laureano Santos- Presidente

Artur Caracol - vogal

Manuel Champalimaud- vogal